Economia

Economia, Negócios e Empresas

Espaço DECO MINHO: Saldos, trocas e devoluções

Paredes de Coura acompanha crescimento industrial com Habitação a Custos Controlados

Paredes de Coura vai promover a construção de Habitação a Custos Controlados, com a criação de 15 a 20 fogos de habitação segundo os mais modernos padrões de qualidade, conforto e sustentabilidade, representando uma capacidade de alojamento de aproximadamente 80 pessoas (20 famílias).

Espaço DECO Minho

Montagem

Está a pensar pedir um crédito habitação? Sabia que a partir de janeiro há novas regras?

Empresas de Paredes de Coura distinguidas pela Excelência

Paredes de Coura acaba de ver distinguidas duas das mais dinâmicas empresas nacionais que laboram no seu concelho. É o caso da Doureca – distinguida com o primeiro lugar PME Excelência 2016 – e da Kyaia, dirigida pelo empresário Fortunato Frederico, que recebeu o Prémio Excelência na Liderança.

Desemprego nos Arcos diminuiu 23,2% em um ano

O número de desempregados no concelho de Arcos de Valdevez “caiu” mais de 23% em um ano, segundo os dados estatísticos coligidos pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional.

Espaço DECO Minho: O regresso ao mercado regulado no setor da energia

Energia

Os consumidores que mudaram para o mercado liberalizado de eletricidade podem voltar ao regime regulado a partir de 1 de janeiro de 2018. Esta possibilidade também se estende aos novos contratos.

Ano Novo: Esperança Renovada

Diamantino Bártolo perfil

Diamantino Bártolo

Escritor

Concluído que está mais um ano, extremamente difícil, mas que, desejavelmente, poderá vir a fechar um ciclo de alguns anos de imensos sacrifícios, injustiças, incompreensões, ilegitimidades, designadamente nos domínios político-social, económico-financeiro e laboral que, de forma intensa, atingiu os portugueses em geral e, principalmente, os mais vulneráveis: desempregados, idosos, pensionistas e reformados, trabalhadores dos diferentes setores de atividade económica: sejam independentes, sejam por conta de outrem.

19,6 milhões de euros para Câmara Municipal investir em Valença em 2018

O Município de Valença aprovou o orçamento de 19,6 milhões de euros para 2018, apostando num concelho atrativo e competitivo para viver, visitar e investir.

Prédio Coutinho: alegada demolição em causa após entrar nova Acção Cautelar!

O empresário Valdemar Cunha, proprietário de um dos apartamentos do 'Prédio Coutinho', surpreendido com um aviso colocado na porta da sua fracção anunciando a 'Posse Administrativa', indignado, interpôs no Tribunal Administrativo mais uma Acção Cautelar que, a ter parecer positivo, vem inviabilizar a alegada demolição do edifício. Isto independentemente de novas medidas que estão a ser ponderadas por advogados de outros moradores. O Minho Digital sabe que a Vianapolis se tem desdobrado em novos contactos juntos dos proprietários, entre os quais pessoas de idade e comprovadamente doentes, presumindo-se que aquela entidade procure tirar proveito das debilidades dos resistentes no sentido de cederem aos seus interesses. Mais: a Vianapolis não terá seguido para a frente mesmo perante a possibilidade de acordo, pelo menos num caso, por não ser viável dado que estava pendente em Tribunal um contencioso de partilhas entre herdeiros - facto suficiente para obrigar qualquer Notário a não poder realizar a necessária escritura!

Venda de garagem pioneira em Ponte da Barca

Evento pretende ser um espaço de convívio.

Nos dias 16 e 17 de dezembro será feita a primeira venda de garagem em Ponte da Barca. O Largo da Misericórdia receberá a todos aqueles que queiram participar neste evento que, a semelhança da Feira da Ladra em Lisboa, terá uma série de espaços nos quais estarão à venda artigos antigos -e não só- que muitas vezes se têm em casa sem saber o que lhes fazer.

Páginas

Subscreva RSS - Economia