CDS acusa: "Falta de ética" de António Barbosa, candidato do PSD em Monção

José Luís Alves, candidato à Câmara Municipal de Monção pelo CDS-PP, lamenta a atitude do social-democrata  António Barbosa, sobre a não resposta para um debate autárquico em Monção, «quando a ideia partiu dos centristas».

 

«O candidato do PSD afirma – pessoalmente e nas suas redes sociais – que não irá haver debate autárquico porque os outros candidatos não querem. O CDS-PP foi o primeiro partido a trazer para os monçanenses a necessidade de haver um debate. Por isso, é com desagrado que vemos que o candidato do PSD, António Barbosa, afirma não ter recebido resposta de nenhum partido e fazer disso uma jogada política, como o faz em cada comício, afirmando que recebeu zero respostas» - alega José Luís Alves. E junta documentos comprovativos que enviou ao Minho Digital.

 Documento

Convite inicial foi do CDS/PP

Documentos

Candidatura do PSD acusada de «falta de ética»

É com enorme estupefacção que verificamos que, mais uma vez, o candidato do PSD à Câmara Municipal de Monção tenta reivindicar a promoção de uma iniciativa, neste caso concreto um debate político entre as 4 forças candidatas à CM Monção, quando é do conhecimento público que esta iniciativa partiu de mim - garante o cabeça de lista à Câmara Municipal pelo CDS/PP.

 

«Foi no passado dia 9 de Agosto que o CDS-PP, na voz do seu líder para as próximas eleições autárquicas em Monção, anunciou que desafiava os seus adversários políticos para um debate, fomentando assim a necessidade de discutir o futuro de Monção e o futuro dos monçanenses».

O candidato do CDS-PP «lamenta esta atitude», mas afirma que «possivelmente, por falta de conteúdo, o candidato do PSD, anda em campanha a dizer que não aceitaram o desafio dele. Lamentável a falta de ética».

 CDS apresenta candidatos em Monção

José Luís Alves foi o primeiro candidato a desafiar as outras forças políticas – PS, PSD e CDU, para um debate que juntasse os quatro num confronto de ideias. «Contudo não obteve nenhuma reacção a seu pedido», realça. E sublinha que «Depois desta ideia ser colocada na ordem do dia pela comunicação social presente na apresentação das listas do CDS-PP, o candidato da oposição, António Barbosa enviou uma carta às quatro forças políticas promovendo um debate. Essa carta foi prontamente respondida, agradecendo a réplica ao desafio lançado no dia 9 de Agosto por José Luís Alves, candidato do CDS-PP à Câmara de Monção».

 

A resposta foi feita para a morada oficial da candidatura, conforme consta na lista entregue no Tribunal. Contudo a carta foi recusada – “objeto não reclamado”, como se pode ler na carta devolvida.