Troporiz celebrou Nossa Senhora do Livramento com chegada da rede de saneamento

Contrato de trabalho com a empresa “Manuel da Silva Pereira e Filhos, Lda” tem uma duração de 730 dias, representando um investimento global de 423.509,25 €, imposto incluído, comparticipado em 85 por cento pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Na cerimónia, realizada no sábado, Augusto de Oliveira Domingues referiu-se aos benefícios ambientais e sociais deste investimento, adiantando que o município está preparado para avançar com novas candidaturas quando o governo lançar novos avisos de financiamento.

Troporiz viveu um fim de semana de festa. Por um lado, celebração de Nossa Senhora do Livramento com momentos religiosos e animados e, por outro, cerimónia de assinatura de contrato de trabalho para execução da rede de saneamento.

Troporiz

Troporiz

Troporiz

O ato formal decorreu no salão da junta de freguesia, sendo complementado por desfile e atuação do Rancho Folclórico “Os Moleirinhos do Gadanha” que dividia a atenção do público com um espaço de “comes e bebes”, onde o porco no espeto já estava pronto para dar seguimento à festa.

Os trabalhos de instalação da rede de saneamento, sob responsabilidade da empresa “Manuel da Silva Pereira e Filhos, Lda”, têm uma duração de 730 dias, representando um investimento global de 423.509,25 €, imposto incluído, comparticipado em 85 por cento pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Tal como afirmara na noite anterior em Messegães, o autarca monçanense, Augusto de Oliveira Domingues, referiu-se aos benefícios ambientais e sociais deste investimento, sustentando tratar-se de uma obra fundamental para o bem -estar e conforto da população de Troporiz.

Troporiz

Troporiz

Augusto de Oliveira Domingues adiantou que as intervenções no âmbito do saneamento básico vão contribuir para que, dentro de dois anos, o concelho de Monção atinja uma cobertura de 60 por cento. Acrescentou que o município está preparado para avançar com novas candidaturas quando o governo lançar novos avisos de financiamento.

A satisfação era visível no rosto do autarca monçanense que voltou a apelar à compreensão dos populares para as adversidades que poderão sentir no decorrer das obras. “Peço-vos compreensão durante os trabalhos porque o resultado final será benéfico para todos” assinalou.

Também o autarca da União de Freguesias de Troporiz e Lapela, José Alberto Esteves, mostrava agrado com o investimento. Disse: “É uma intervenção bastante importante para Troporiz com grande alcance junto da população local e do meio ambiente”.

A criação de infraestruturas básicas em diferentes freguesias do concelho tem sido uma aposta do executivo monçanense que, neste momento, tem em fase de arranque cinco empreitadas de saneamento (Cambeses, Mazedo, Longos Vales, Troviscoso, Messegães, Valadares, Sá e Troporiz) e uma de abastecimento de água (Merufe). Um investimento global que ascende a 4 milhões de euros.